Dicas para combater a ansiedade

A pessoa que sofre de ansiedade deve aprender a se acalmar através da respiração.

Dica para aprender a respirar corretamente para diminuir a ansiedade?

  • Deite-se confortavelmente numa superfície plana;
  • Respire profundamente pelo nariz, enchendo a barriga de ar e soltando o ar aos pouquinhos pela boca.

Esta técnica é chamada de respiração diafragmática e ajuda a expandir melhor os pulmões, oxigenando melhor o cérebro.

A prática regular de exercício físico, como natação, caminhada ou andar de bicicleta são ótimas opções de tratamento para ansiedade e estresse.

Além da respiração a pessoa ansiosa deve ingerir alimentos que ajudam a combater a ansiedade. Exemplos:

Existem casos de ansiedade que devem ser tratado com medicação, mas  existem alguns nutricionistas que sugerem que alguns  alimentos, também podem contribuir  de forma natural no tratamento auxiliar da ansiedade. Essas sugestões não dispensam o uso da medicação quando necessário.

  • Alface: O alface é rico em lactucina e folato, que atuam no organismo como calmantes e previnem a depressão e confusões mentais.
  • Ovos: Os ovos são fontes de vitaminas do complexo B, acetilcolina e niacina. A carência dessas substâncias no organismo pode provocar ansiedade, depressão e apatia. 2 ovos por semana são o suficiente para manter uma vida saudável.
  • Maçã: A maçã é rica em fibras, carboidratos, zinco e selênio. O consumo de maçã combate a ansiedade e relaxa.
  • Uva: A uva, além de ser uma fruta energética, é fonte de vitaminas do complexo B, que auxiliam no funcionamento do sistema nervoso Central.
  • Mel: O mel ajuda o organismo a produzir a serotonina, um neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar, que regula as mudanças de humor que provocam a ansiedade.
  • Laranja: Fonte de Vitaminas e cálcio, a laranja é uma fruta energética que relaxa os músculos, combate o estresse e a fadiga.    fonte: https://www.tuasaude.com/alimentos-contra-a-ansiedade/



Nenhum comentário Quero comentar!


Nenhum comentário.

Deixe um comentário