Terapia de Casal

O relacionamento conjugal constitui um eixo ao redor do qual se formam as demais relações no contexto familiar. O casal é a base para a construção de uma família. No entanto, como em todo relacionamento interpessoal, a convivência pode tornar-se difícil.
Os problemas conjugais estão entre os principais agentes de estresse, depressão e ansiedade. Problemas sexuais, falta de confiança, falta de comunicação, brigas constantes, agressão verbal e física constituem sinais de que a relação do casal não está bem.

Situações de crise, raiva e violência, infidelidade, rompimento do relacionamento contra a vontade de um dos cônjuges podem ser alguns dos motivos pelos quais o casal procura a terapia conjugal.

Alguns elementos são essenciais ao desenvolvimento da estabilidade conjugal. Um bom indicativo dessa estabilidade podem ser aspirações, objetivos e interesses comuns do casal, somando-se e reforçando-se reciprocamente.

A meta principal da terapia conjugal é favorecer o desenvolvimento de comportamentos que conduzam a um melhor relacionamento interpessoal. Para tanto, faz-se necessário buscar identificar, avaliar e modificar, os comportamentos que estão favorecendo o enfraquecimento do relacionamento conjugal. Através de um processo de conscientização do casal, a terapia de casais busca o ajustamento conjugal através de um processo de aprendizagem de valorização do outro.

A partir do conhecimento das preferências, dos desejos, dos sonhos e das necessidades individuais e do casal, podem ser traçados objetivos comuns para os parceiros, que irão se engajar de forma mais satisfatória em seu relacionamento.

Fonte: http://espacobambui.com.br/o-que-e-terapia-de-casal/




1 comentário Quero comentar!


  • Pena que é em São Paulo. Se fosse no Rio de Janeiro marcaria uma consulta. Abraço.

    Comentado por William da Conceição Cruz — 5 de março de 2016 @ 04:05

Deixe um comentário