Transtornos de Ansiedade – Parte II

CONHEÇA OS 7 TIPOS DE TRANSTORNOS DE ANSIEDADE (DISTINÇÃO BREVE)

  1. TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada)
    É a forma mais comum de ansiedade patológica. Nela a pessoa sente-se grande parte do tempo ansiosa. Com uma pressão antecipatória, uma tensão excessiva e desproporcional aos eventos do dia-a-dia. Pode haver sensação de respiração curta, tremores, taquicardias, insônia (dificuldade de desligar), irritabilidade, baixa tolerância, sensação de estar “a flor da pele”, etc. São sintomas que podem oscilar em intensidade durante o dia, mas são praticamente constantes em boa parte dos dias.
  2. Síndrome do Pânico
    Trata-se do aparecimento de crises intensas e repentina de ansiedade. É uma forma dramática, intensa e incapacitante de ansiedade. Pode ocorrer em situações específicas ou surgir “do nada”. A duração dos episódios gira em torno de 10 a 20 minutos, mas podem surgir crises mais prolongadas. O paciente é tomada por sintomas físicos e psíquicos avassaladores. Psíquicos: sensação de morte iminente, medo extremo, desespero e angústia; Físicos: Dor no peito, falta de ar, formigamento em extremidades, tremores, sudorese fria, taquicardia, etc., são sintomas comuns. É muito frequente as crises de pânico serem confundidas com infarto ou arritmias em um primeiro momento.
  3. Agorafobia
    É uma complicação muito comum do pânico e das fobias. O paciente que experimentou uma crise forte de ansiedade, passa a temer ter novas crises. Esse medo de passar mal leva a mais tensão antecipatória e faz com que o paciente evite lugares aonde pode ter dificuldade em pedir ajuda ou escapar caso tenha crise de ansiedade. A agorafobia é a base da restrição social e o isolamento progressivo visto em paciente com pânico.
  4. Estresse Pós TRAUMÁTICO
    É quando os sintomas de Ansiedade (seja na forma contínua, seja na forma intermitente) ocorrem após um trauma psíquico intenso (sequestro, violência, ameaça, acidente, etc.). São comum flash backs e pesadelos relacionados ao evento em questão.
  5. TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo)
    Ocorre quando pensamentos obsessivos trazem ansiedade que só é aliviada por comportamentos compulsivos (repetitivos e desmotivados). São exemplos: lavar as mão repetidamente, TOC de simetria, limpeza, compulsão alimentar, compulsão por jogos, compras, etc.
  6. Fobias Específicas
    Ocorre quando a pessoa manifesta tensão e ansiedade intensas diante de determinada situação ou objeto. Por exemplo: baratas, elevador, altura, lugares fechados, etc.
  7. Ansiedade Orgânica
    Abstinência a Medicamentos; uso de drogas, hipertireoidismo, etc.

TRATAMENTO

O tratamento passa pelo reconhecimento dos sintomas e busca de ajuda especializada. O tratamento é fundamental para não ocorrer complicações da ansiedade, tais como: insônia, obesidade, isolamento social, incapacidade ao trabalho, falência matrimonial, etc.

O tratamento é dividido em: mudanças no estilo de vida e medicamentos e psicoterapia.

Mudança no Estilo de Vida: Atividade física aeróbica regular, alimentação balanceada evitando álcool e estimulantes, atividades de lazer, medidas anti estresse, psicoterapia, etc.

MEDICAMENTOS

O tratamento medicamentoso é altamente eficaz nos casos de ansiedade. Existem opções para uso imediato (tranquilizantes) e para uso contínuo (prevenção). Os medicamentos são, de modo geral, mantidos pelo período mínimo de 6 meses.

Medidas para COMBATER a ANSIEDADE
– Atividades Físicas Regulares
– Alimentação balanceada (evitando estimulantes e álcool)
– Medidas contra o estresse (relaxamento)
– Terapia (psicoterapia \ terapia cognitivo-comportamental)
– Medicamentos (para cortar a crise ou preveni-las)

http://www.leandroteles.com.br/blog/2015/09/04/saiba-mais-sobre-os-transtornos-de-ansiedade/.




Nenhum comentário Quero comentar!


Nenhum comentário.

Deixe um comentário